terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

He's so vicious

Tenho um corte no canto do lábio inferior direito que dói quando ele me beija. Gosto dessa dor e quando o corte cicatriza eu mordo o canto do lábio até sangrar, pra doer de novo. Quando ele não está comigo passo a língua sobre o corte, devagar. É como se ele me beijasse. É um vício que não consigo largar. É um vício.

2 comentários:

jaqueline gomes disse...

pois é... os vicios... eles me são em grande número sabia e me privo de experimentar algumas coisas pq sei do risco potencial de se tornarem isto.mas vicio assim é bom assumir e melhor ainda são as sensações que causam...

bons escritos.

marvin . disse...

meu amor também se confunde com vício. saudade na minha língua é abstinência, que as vezes faço questão de sentir, relendo palavras que ecoam antigas promessas. faz parte da brincadeira. viva os vícios que não nos deixam esquecer.

beijos.